Simplão de Tudo – Paranapiacaba

Quer curtir o final de semana de uma forma diferente? Conheça o Simplão de Tudo, um lugar muito louco no meio de Paranapiacaba.

Resumo do Relato Completo:

Fim de Semana no Simplão de Tudo: Paranapiacaba, Como Chegar em Paranapiacaba, Vila de Paranapiacaba, Como Chegar no Simplão de Tudo, Conhecendo o Simplão de Tudo, PSICODELIA no Simplão de Tudo, Como o Gengibre pode Salvar sua Vida, Resumo dos Gastos

————————————————————————————————————————————————————–

Era março de 2015, animados pelo ritmo de festas do pré/pós carnaval. Estávamos a procura de mais festas, mas fora de São Paulo, uma festa em um lugar mais natureba.

Foi então que descobrimos o Camping rock bar – Simplão de tudo!, que fica em Paranapiacaba, e onde haveria uma festa chamada “Psicodelize-se”.

Quem nos acompanhou nessa trip foi meu irmão Marcelo, e nosso amigo José Fábio (JÔ).

Todo viajante paulistano já ouviu falar de Paranapiacaba. Um lugar coberto pelo verde e repleto de cachoeiras.

Lugar mais do que recomendado para quem curte atividades de trekking, e com bicicleta. Serve como refúgio da vida sempre agitada de São Paulo.

Como Chegar em Paranapiacaba

É simples chegar de São Paulo.  

Para chegar ao nosso destino, saímos de São Paulo pegando o metrô na estação Marechal Deodoro (Linha Vermelha), seguimos até a estação Brás.

De lá fizemos a integração para CPTM (não precisa pagar), e embarcamos na linha 10 turquesa com destino final Rio Grande da Serra.

Ao chegar na estação final foi necessário cruzar os trilhos do trem (relaxe, é bem tranquilo) e seguir à direita aproximadamente 100 metros até o ponto de ônibus. Qualquer dúvida pergunte a alguém na rua.

Pegamos o ônibus Rio Grande da SerraParanapiacaba 424, e descemos no último ponto da linha.

Chegando lá nos deparamos com uma neblina, bem característica da vila. De cara você avista o maior ponto turístico do lugar, a estação de trem junto com a torre do relógio.

Uma visão que te faz viajar um pouco no tempo, e não só a você. Não se assuste ao ver um número enorme de fotógrafos, modelos e photoshootings para festas de 15 anos. VIXI tem de tudo.

Vila de Paranapiacaba

Pequena vila inglesa no meio da natureza. 

Paranapiacaba está localizada no município de Santo André, é uma vila criada pelos ingleses no Séc. XIX. Durante a construção da via férrea até o porto de Santos.

De acordo com a sua história, os operários que trabalhavam na linha armavam acampamentos na região, já que o trabalho ia ser bem longo. Encantados com o local, decidiram tornar o acampamento uma residência fixa, e assim nasceu a Vila de Paranapiacaba.

Paranapiacaba
Torre do Relógio de Paranapiacaba

Caminhamos um pouco por lá para conhecer, e curtimos muito o lugar. Bem simples, realmente parece uma vila, não penso em outra descrição rsrs.

Se tiver fome, no centrinho existem várias barracas pequenas vendendo lanches, pastéis e salgados.

E se quiser provar algo característico, experimente o suco de cambuci, lembra um pouco o caldo de cana. Eu gostei bastante.

Vila Paranapiacaba
Vila Paranapiacaba

Como Chegar no Simplão de Tudo

Faça uma longa caminhada, ou chame o Taximplão. 

Ao chegar lá precisávamos descobrir como chegar ao Simplão de Tudo, e a forma mais simples de se localizar é perguntando às pessoas.

Todos conhecem o camping e vão te indicar o caminho para o início da trilha. Se não conhecerem o Simplão, pode também procurar pela famosa Chris, com certeza todos vão conhecê-la. Ela é a dona do camping.

A trilha têm extensão de 8km, e é bem tranquila de ser feita, levamos cerca de 3 horas para chegar, andando em um ritmo bem de boas.

Mas você também tem a opção de entrar em contato com o camping e solicitar o Taximplão. Reserva c/ Fernando Cabelo pelo (11) 94579.6704. Ele sai do camping para te buscar no centro da Vila.

Paranapiacaba
Paranapiacaba
Paranapiacaba
Paranapiacaba

Durante o nosso percurso resolvemos dar uma parada para contemplar a paisagem que estava em volta da gente. Foi quando conhecemos o Fernando Cabelo, ele parou para nos dar um oi:

– Só não desço do carro porque não tem freio de mão!

Nessa hora começamos a pensar “pqp para onde estamos indo???” ahhaha.

Paranapiacaba
Paranapiacaba
Paranapiacaba
Paranapiacaba

Simplão de Tudo

Psicodelia no meio de Paranapiacaba. 

Chegamos na entrada do camping, e a sensação foi de pura PSICODELIA.

Logo na entrada, hippies nos recepcionaram dizendo “podem passar pelo portal gnomos”. Passamos pelo portal e chegamos ao Simplão.

Era realmente diferente de tudo que tínhamos imaginado, e do que havíamos presenciado em nossas vidas. Um lugar diferente de tudo!

O local parece uma chácara, com algumas construções de barracos de concreto bem simples, com as paredes todas pintadas. Desenhos que retratavam principalmente o universo e a natureza.

Simplao de Tudo
Simplão de Tudo

É mais comum acampar, mas por conta de nossa experiência em Bonete decidimos por um quarto para 4 pessoas, com uma cama de casal e um beliche.

Entretanto, quero te dar uma dica. Aqui, A MELHOR ESCOLHA É ACAMPAR, ahaha.

Nosso quarto que na verdade era um barraco de concreto estava bem inacabado. O teto tinha goteira (percebemos isso pois no fim de semana choveu bastante), e chuva + mato, o que você encontra?? RÃS, muitas rãs no Simplão.

Rãs que vão te fazer companhia para o resto da noite, já que a parede possui buracos que servem como porta de entrada para elas.

Simplao de Tudo
Simplão de Tudo

Descobrimos também que o camping não serve comida, apenas salgados, e laricas (salgadinhos, refrigerantes, chocolates). Chegamos com bastante fome e não tínhamos o que comer.

Nas nossas mochilas levamos apenas Torcida, Trakinas, e água, então mais uma dica, LEVE COMIDA! E outra muito importante, LEVE ROUPA DE CAMA! Os quartos não tem roupa de cama, e o empréstimo é cobrado.

Simplao de Tudo
Simplão de Tudo

PSICODELIA no Simplão de Tudo

Uma noite muito louca.

Deixamos nossas coisas lá e fomos dar uma olhada mais para baixo no camping.

O espaço lá é bem grande, e dentro existe uma pequena piscina natural, bem pequena mas que dá um ar mais de natureza ainda no lugar.

Já era quase 18h, e o clima já era de festa.

Acreditamos que tinham por volta de 30 pessoas por ali, e a festa teria como atração principal duas bandas, Monstro Amigo, e uma outra banda Argentina muito boa chamada Melange de Culture.

Mas as duas atrações só iriam tocar da noite para a madrugada.

A festa já tinha começado, alguns DJs revezavam com um jovem que cantava vários sucessos brasileiros no violão. A playlist era bem tropicália, um som realmente muito bom.

Festa Simplao de Tudo
Festa Simplão de Tudo

Som do Monstro Amigo

Som do Melange de Culture

A sensação que te dá no lugar, é de muita liberdade. Curtir uma festa ao ar livre se sentindo isolado do mundo!

Depois de um tempo curtindo, eu e a Mari fomos dar uma descansada. Mari estava com fome, e a cantina do Simplão de Tudo havia fechado pois estava próximo da hora do show.

Festa Simplao de Tudo
Festa Simplão de Tudo

Decidimos então ir no nosso barraco pegar nossos salgadinhos. O trajeto é uma descida, e com a chuva estava bem escorregadio. Nessa hora Mari diz que se sente mole, e desmaia.

Como o Gengibre pode Salvar sua Vida

Ótimo para desmaios. 

Eu fiquei desesperado com a situação nunca tinha visto isso acontecer, comecei a gritar por ajuda. Agora imaginem como todos estavam a essa hora da festa???

Muitas pessoas chegando e nenhuma sabendo o que fazer. A famosa CHRIS apareceu, e nessa hora pensei UFFA ELA VAI SABER O QUE FAZER, mas não ela também não sabia. Veio então Fernando Cabelo, que me ajudou a levá-la para a cantina.

Um tempo depois apareceu um argentino, que até hoje penso que era um curandeiro.

O argentino apareceu com um Gengibre e pediu para colocar na boca da Mari, e do nada ela voltou para nós. MAIS UMA DICA, QUANDO UM AMIGO SEU DESMAIAR, DÊ GENGIBRE.

Após o susto, resolvemos deitar. Já era perto da meia noite, e era o horário que as bandas de destaque estavam entrando no palco.

Do momento que saímos da festa até de manhã, não tínhamos visto mais nossos amigos. Quando reencontramo-nos, eles nos disseram que aquele lugar era o lugar mais maluco que eles já tinham passado na vida.

Simplao de Tudo
Simplão de Tudo

Nem eles, nem nós sabemos se vamos voltar para lá um dia.

Mas uma coisa é certa. O Simplão de Tudo é diferente de tudo que você pode viver, e das experiências mais marcantes para sua vida.

————————————————————————————————————————————————————–

Resumo dos Gastos:

Hospedagem

Quarto para 4 pessoas: R$50 por pessoa

Transporte

Trem São Paulo > Rio Grande da Serra: R$ 7,00 por pessoa (ida e volta)

Ônibus Rio Grande da Serra > Paranapiacaba: R$ 7,40 por pessoa (ida e volta)

Custos Individuais (1 noite/ 2 dias):

Trem: R$ 7,0

Ônibus: R$ 7,40

Hospedagem: R$50

Comida: não registrado

Passeios: R$0

Simplao de Tudo
Nossa Turma

 

Paulistano de 26 anos, que ainda mora em São Paulo, e trabalha como Analista de Sistemas.Alguém que só percebeu o tamanho do mundo quando colocou pela primeira vez a mochila nas costas, e a partir de então passou a enxergar o mundo em uma outra perspectiva. Uma perspectiva menos “de eu” e mais “de todos”. Uma pessoa que vive em uma utopia de crer que o mundo pode ser um lugar diferente.

COMENTÁRIOS

3 COMENTARIOS
  1. escrito por
    Ademir
    mar 4, 2018 Responder

    Boa a narrativa sobre o passei.

    • escrito por
      Mari Sanefuji
      mar 14, 2018 Responder

      Olá Ademir,
      uma história e tanta, não? rs
      Obrigada! 😀

  2. escrito por
    Saiba como chegar ao Festival de Inverno de Paranapiacaba
    jul 17, 2018 Responder

    […] Douglas Henrique do blog Vamos pro Mundo conta como foi seu passeio no Simplão de Tudo em […]

Quer deixar um comentário?

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Top