O que fazer em Pequim – Praça da Paz Celestial

Resumo

O que é, História, O que fazer e Como chegar.

——————————————————————————————————————————————————————

Fiz uma viagem de 15 dias em Pequim, capital da China no ano de 2011. E por ter sido uma viagem inesquecível, achei que não poderia deixar de falar sobre ela por aqui 🙂

Aqui, você pode ter acesso aos demais posts sobre o que fazer em Pequim.

Todos os posts falam sobre lugares pelos quais passei e conheci. E as informações sobre cada um deles, foram validadas na internet. Então, não tem informação passada!

Neste post específico, falarei sobre a Praça da Paz Celestial.

O que é a Praça da Paz Celestial

Portão da Paz Celestial
Portão da Paz Celestial

Tiananmen, ou Portão da Paz Celestial, é um símbolo nacional da China construído durante a Dinastia Ming em 1420. E é uma das entradas para a Cidade Imperial, onde a Cidade Proibida está localizada.

É o mais famoso portão da China, aquele onde tem uma foto do Mao Tse-Tung, e onde todo mundo tira fotos quando vai para lá!

Praça da Paz Celestial
Telão da Praça da Paz Celestial

No passado, o Portão da Paz Celestial era o mais famoso portão de entrada da Cidade Proibida, e tinha ligação com o Qianmen. Hoje, se atravessamos a avenida Chang’an, encontramos a Praça da Paz Celestial.

A Praça da Paz Celestial é uma das praças mais famosas da China, e é considerada uma das 10 maiores praças urbanas do mundo.

Praça da Paz Celestial
Praça da Paz Celestial

Foi palco de muitos acontecimentos históricos, principalmente políticos, como o Massacre da Praça Tianamanen, que resultou em uma das fotografias mais famosas da China. A foto abaixo, onde um chinês que se dirigia à praça, para participar de protestos contra o governo chinês pedindo democracia, parou uma fileira de tanques de guerra.

Hoje não se sabe o que aconteceu com essa pessoa, mas sabe-se que o final do protesto resultou em um verdadeiro massacre.

Massacre da Praça da Paz Celestial
Massacre da Praça da Paz Celestial

E também da Proclamação da República Popular da China, em 01 de Outubro de 1949. O atual regime político da China, proclamado por Mao Tse-Tung.

Proclamação da República Popular da China
Proclamação da República Popular da China

Por sua importância nacional, hoje se encontra cheia de câmeras e guardas. Inclusive, quando fui lá, tive que passar por raio-x, detector de metais, e tive de mostrar meus documentos. Sem isso, não conseguiria entrar na praça, e na Cidade Proibida.

Câmeras na Praça da Paz Celestial
Câmeras na Praça da Paz Celestial

Na época, estava acontecendo a Primavera Árabe, e as autoridades chinesas estavam receosas de que algo acontecesse por ali.

Policiamento na Praça da Paz Celestial
Policiamento na Praça da Paz Celestial

No dia que fui, também existiam peças de decoração de uma comemoração da República Popular da China. Tinha um arranjo de flores enorme contendo o símbolo do comunismo, e um enorme telão que passava vídeos com caracteres chineses.

Comemoração da República Popular da China
Comemoração da República Popular da China

 

Praça da Paz Celestial
Telão com caracteres que eu não sei o que significam, rs

Ao redor da Praça da Paz Celestial você encontra também o Monumento aos Heróis do Povo, o Grande Salão do Povo, o Museu Nacional da China e o Mausoléu de Mao Tse-Tung.

 

História da Praça da Paz Celestial

Originalmente o Portão da Paz Celestial (Tiananmen) se chamava Chengtianmen, que significa “Portão de aceitação do Mandato Celestial”, e sua construção foi destruída e reconstruída diversas vezes.

O prédio original foi construído em 1420 pela Dinastia Ming, sofreu um incêndio, e em 1465 foi reconstruído. Sofreu uma explosão durante uma guerra, e foi reconstruído em 1645. O portão passou a se chamar Tiananmen em 1651.

Portão da Paz Celestial
Portão da Paz Celestial

Em 1960 o portão passou por uma nova reforma, para atender às facilidades modernas, como inserção de elevadores, fornecimento de água e sistema de aquecimento. Além de ter sua construção renovada, para ser mais resistente à terremotos.

Na frente de sua fachada, foram colocados dois leões e duas torres de guardas. Na cultura chinesa, acredita-se que os leões protegem os humanos de espíritos ruins.

Portão da Paz Celestial
Portão da Paz Celestial

Também foram colocados gigantes cartazes, com os dizeres “Vida Longa às Pessoas da República da China”, e “Vida Longa para a Grande Unidade de Pessoas do Mundo”.

E por que a fotografia de Mao Tse-Tung fica pendurada, de forma imponente, no Portão da Paz Celestial?

Primeiro por que o povo chinês ainda adora Mao Tse-Tung, e segundo, por que existe todo um costume histórico por trás disso.

Praça da Paz Celestial
Menininho na Praça da Paz Celestial

Em 1925, quando a China era comandada pelo Governo Nacionalista, um grande retrato de Sun Yat-sen foi colocado no portão após sua morte. Em 1945, para celebrar a vitória da China sobre o Japão, trocou-se o retrato por um de Chiang Kai-shek.

Em 1949, fotos de Zhu De e Mao Tse-Tung foram colocados no portão para comemorar a Segunda Guerra Sino-Japonesa. E desde a fundação da República Popular da China, o portão tem pendurado o retrato de Mao Tse-Tung.

Praça da Paz Celestial
Praça da Paz Celestial

Em 1959, a Praça da Paz Celestial passou por uma reforma, para que ela passasse a ser a maior e mais espetacular praça do mundo, podendo acomodar até 600 mil pessoas.

Durante esse processo, vários prédios residenciais foram demolidos, e foram construídos o Monumento dos Heróis do Povo, o Museu Nacional da China, e o Grande Salão do Povo.

Praça da Paz Celestial
Praça da Paz Celestial

Em 1976, após a morte de Mao Tse-Tung, foi construído o seu mausoléu. Que hoje é visitado diariamente por locais, e turistas. E em 1990, foi construído o Grande Teatro Nacional, uma expansão do Museu Nacional da China.

O que fazer na praça da Paz Celestial

Na Tiananmen, você pode ter acesso à entrada para a Cidade Proibida, e a diversos outros prédios:

Museu Nacional da China: é um dos maiores museus do mundo, ocupando 19 hectares.

Conta com uma incrível coleção de relíquias, incluindo objetos raros de bronze e porcelana, além de artefatos de jade e ilustrações. Mostram de forma exemplar a cultura chinesa, e a história das antigas dinastias englobando 5 mil anos de história.

Todas as peças do museu, chegam a um milhão de unidades. Provavelmente você não conseguirá ver tudo em um dia, rs.

O museu fica aberto de terça a domingo, das 9h às 17h.

Museu Nacional da China
Museu Nacional da China (Fonte: Melhores Destinos de Viagens)

Mausoléu de Mao: O corpo de Mao se encontra embalsamado em um caixão de cristal para exibição pública.

E está aberto para visitação de terça a domingo, das 8h às 12h.

Mausoleu de Mao Tse Tung
Mausoleu de Mao Tse Tung (Foto de: As mais belas cidades)

 

Praça da Paz Celestial
Praça da Paz Celestial

 

Praça da Paz Celestial
Praça da Paz Celestial

Grande Salão do Povo: É utilizado pelo poder legislativo chinês, para efetuar cerimônias e atividades pela República Popular da China e pelo Partido Comunista Chinês. Funciona como o edifício parlamentar da China.

Foi inaugurado em Setembro de 1959, e foi uma das “Dez Grandes Construções”  que foram feitas no 10º aniversário da República Popular da China.

Grande Salão do Povo
Grande Salão do Povo (Foto de: Epoch times)

Monumento dos Heróis do Povo: é um obelisco construído em homenagem aos mártires da revolução que aconteceu entre os séculos 19 e 20 na China.

Monumento dos Heróis do Povo
Monumento dos Heróis do Povo (Foto de: folha)

Como chegar na Praça da Paz Celestial

A praça da Paz Celestial está aberta ao público todos os dias, das 8h30 até as 17h.

Para chegar lá, você pode pegar a Linha 01 do metrô, e descer nas estações Tiananmen West e Tiananmen East.

Praça da Paz Celestial
Jeito inovador de manter a Praça da Paz Celestial limpa

Pegar os ônibus 1, 5, 10, 22, 52, 59, 82, 90, 99, 120, 126, 203, 205, 210 e 728, que param no norte da praça. Ou pegar os ônibus 2, 5, 7, 8, 9, 17, 20, 22, 44, 48, 53, 54, 59, 66, 67, 72, 82, 110, 120, 126, 301, 337, 608, 673, 726, 729, 901 e 90, que param no sul da praça.

Se for lá, não se esqueça de levar seus documentos. Muito provavelmente você passará por revista.

Praça da Paz Celestial
Eu a minha mãe na Praça da Paz Celestial

 

Autor do Post
Mari Sanefuji
Joseense de 24 anos, que há 6 anos decidiu se mudar para São Paulo para trabalhar no ramo da Publicidade como Gestora de Mídias Sociais. Posso me descrever como uma mente inquieta sempre em reflexão sobre o mundo, e sobre a mim mesma.

Deixe uma resposta

Top