O que fazer em Pequim – Qianmen

Resumo

O que é, História, O que fazer e Como chegar.

——————————————————————————————————————————————————————

Fiz uma viagem de 15 dias em Pequim, capital da China no ano de 2011. E por ter sido uma viagem inesquecível, achei que não poderia deixar de falar sobre ela por aqui 🙂

Aqui, você pode ter acesso aos demais posts sobre o que fazer em Pequim.

Todos os posts falam sobre lugares pelos quais passei e conheci. E as informações sobre cada um deles, foram validadas na internet. Então, não tem informação passada!

Neste post específico, falarei sobre o Qianmen.

O que é Qianmen

Qianmen é uma pequena e famosa rua fechada para pedestres, situada ao sul da praça Tiananmen. No centro de Beijing.

Se estende do portão Zhengyangmen ao norte, até o Parque Tiantan ao sul. São 840 metros de comprimento, e 21 metros de largura.

Qian Men
Portão Zhengyangmen

É famosa por sua arquitetura, pois tem prédios semelhantes aos prédios da Dinastia Qing (1644 – 1911). E ao seu redor, tem hutongs comerciais e residenciais (habitações humildes típicas de Beijing), fornecendo aos turistas um pouco da cultura real e tradicional chinesa.

Por ficar ao sul da praça Tiananmen, é um ótimo lugar para se conhecer no mesmo dia de visita à praça Tiananmen e à Cidade Proibida.

Da parte onde se estende a Qianmen, podemos passear por um lugar lindo e todo bem cuidado, e que à noite se enche de luzes. É maravilhoso poder passear por lá à noite.

Qian Men
Qian Men

Mas se entrar pelos hutongs que ficam em suas extremidades, verá uma paisagem completamente diferente. E um pouco da realidade chinesa.

História de Qianmen

A rua Qianmen tem mais de 570 anos de história, e durante as dinastias Ming e Qing, ainda era conhecia como rua Zhengyangmen. Seu nome atual só veio a partir do ano de 1965.

Zhengyangmen é o nome do portão principal de entrada à Cidade Proibida na época da Dinastia Ming, que fica ao norte da rua Qianmen. À partir dele, foram construídos diversos paredões que fechavam a Cidade Proibida, e proibiam a entrada de cidadãos comuns.

Qian Men
Qian Men

Hoje, muitos dos paredões foram derrubados, e a Cidade Proibida diminui de tamanho (mas bem pouquinho também, por que ela continua enorme). Mas o portão Zhengyangmen continua lá, e lindo! Ótimo para algumas fotos 😉

Na rua Qianmen, existiam muitos comércios de carne, roupas e jóias. E nos hutongs ao lado, vendiam-se muitos artesanatos, além de existirem armazéns e teatros.

A rua ficou muito tempo fechada, e só foi reaberta em 2008, antes das Olimpíadas de Beijing. Hoje, é considerada um dos lugares símbolo da autêntica cultura local.

Qian Men
Qian Men

O que fazer em Qianmen

Falando tanto assim de tradição cultural chinesa, mal dá para imaginar que lá tem McDonald’s, Starbucks, Haagen Dazs, H&M, Zara, Sephora…

É, pois é. Por ser uma rua bastante turística, a Qianmen concentra muitas lojas internacionais. Inclusive, foi lá que eu matei minha fome, rs. Eu não costumo comer no McDonald’s quando viajo, mas na China é difícil! haha.

McDonald's na China
McDonald’s na China

Mas se quiser partir para o lado mais tradicional da coisa, dê umas voltas pelos hutongs. Lá você encontrará restaurantes orientais, e lojas locais. Se deparará com um pouco de sujeira, cheiros ruins, e algumas cenas diferentes que fazem parte do cotidiano da China.

Hutongs Qian Men
Hutongs Qian Men

 

Hutongs Qian Men
Hutongs Qian Men

Mas nada que incomode tanto aos olhos de quem está morrendo de vontade de conhecer de verdade, esse lindo e imenso país.

Hutongs Qian Men
Hutongs Qian Men

E se quiser dar umas voltinhas de bondinho, você pode também! Existe um bondinho, o Dangdang Che, que anda de Qianmen até Xizhimen, e funciona como um carro para tour. Não precisa pagar nada para andar nele.

Bondinho em Qianmen
Bondinho em Qianmen

Como chegar em Qianmen

Para chegar em Qianmen, você pode pegar a linha 2 do metrô para a Estação Qianmen.

 

Autor do Post
Mari Sanefuji
Joseense de 24 anos, que há 6 anos decidiu se mudar para São Paulo para trabalhar no ramo da Publicidade como Gestora de Mídias Sociais. Posso me descrever como uma mente inquieta sempre em reflexão sobre o mundo, e sobre a mim mesma.

COMENTÁRIOS

1 Comentário
  1. escrito por
    O que fazer em Pequim – Praça da Paz Celestial
    set 1, 2016 Responder

    […] da Paz Celestial era o mais famoso portão de entrada da Cidade Proibida, e tinha ligação com o Qianmen. Hoje, se atravessamos a avenida Chang’an, encontramos a Praça da Paz […]

Deixe uma resposta

Top