Montevidéu em 03 dias – Dias 01 e 02

Dias 01 e 02: Como Chegar em Montevidéu, Historia do Uruguai, Personalidades do Uruguai, Como Sair do Aeroporto, Onde Trocar Dinheiro, Onde se Hospedar em Montevidéu, O Que Fazer em Montevidéu, Itinerário do My Maps, Conhecendo a Ciudad Vieja, Conhecendo a Maconha do Uruguai, Avenida Rambla, O Carnaval e o Camdombe Uruguaio, Praias de Montevidéu, Economizando para Comer.

Dia 03: A Vingança do Mate, Feira Tristan Narvaja, Mercado Agrícola de Montevidéu, Mercado Del Puerto, Siesta no Domingo em Montevidéu, Jantando no Mercado del Puerto, Indo para o Aeroporto

————————————————————————————————————————————————————–

O Uruguai é um país pequeno, e não possui nenhuma beleza natural exuberante!

Mas é um lugar que tem cada vez mais despertado a curiosidade dos viajantes.

O país possui 3 cidades turísticas principais.

A super conhecida Punta del Leste, a pequenina e charmosa Colônia de Sacramento, e claro, o nosso destino e capital do país Montevidéu.

Curtindo uma Festa de Camdombe
Curtindo uma Festa de Camdombe

Nos últimos anos, cada vez mais se ouve falar dos uruguaios. Principalmente quando se fala em política.

Com medidas progressistas, como a democratização das mídias, pensar em internet como um direito à todos, recontratar funcionários aposentados para dar treinamentos aos mais novos, e a polêmica liberação da maconha.

O Uruguai ganhou os holofotes do mundo apontados para si.

Plaza Independencia
Plaza Independencia

Hoje, é considerado o país com maior qualidade de vida na América Latina.

E sua capital Montevidéu, como uma das 30 melhores cidades do mundo para se aposentar.

História do Uruguai

Através do estudo de antigas construções (“cerrito de indios” espalhados por todo o Uruguai, e a “Gruta do Palácio” no departamento de Flores), chega-se à data, de que os primeiros povos que ocuparam o território se deu há 8.000 anos.

De lá até aqui, a região foi ocupada predominantemente por povos indígenas.

Como os arechanes, guaianases, os yaros, os mboanes, os chanás, os guenosas, os tapes, os mbiás, os minuanos, os guaranis e os charruas.

Retrato do Descobrimento do Rio Del Plata
Retrato do Descobrimento do Rio Del Plata

Os charruas, ocupavam a maior parte do território (7.000 pessoas de uma população total estimada em 10.000). Um povo que deu bastante trabalho aos colonizadores europeus.

Os primeiros registros da invasão europeia que se tem conhecimento, são de 1501.

Quando a expedição do italiano Américo Vespúcio, chegou na região de Rio de La Plata.

Em 1513, o rei português D. Manuel tomou conhecimento da descoberta do “Mar do Sul” – ou Rio de La Plata, como preferir – e enviou Estevão Frois para negociar a posse das terras.

Americo Vespucio
Americo Vespucio

A chegada de Estevão, marcou o início dos conflitos entre portugueses e espanhóis.

Pois Portugal desrespeitou os limites de terras, que foram estabelecidos pelo Tratado de Tordesillas.

Os conflitos permaneceram, e em 1624, foi fundada a primeira cidade espanhola, Soriano.

E em 1680, a primeira cidade portuguesa, Colônia de Sacramento.

Em 1810, o povo uruguaio, liderado por José Gervasio Artigas, se declarou independente.

Jose Artigas
Jose Artigas

Em 1821, 1 ano antes da independência brasileira, brasileiros e portugueses fizeram uma aliança para anexar o Uruguai ao território brasileiro.

Aproveitando da fragilidade que o Uruguai vivia naquele momento, a região foi ocupada e passou a ser chamada de Província Cisplatina.

O controle brasileiro durou apenas até 1825, e finalmente o Uruguai se tornou independente.

O cenário político uruguaio começou possuindo dois grandes grupos políticos, o Partido Blanco (ala conservadora), e o Partido Colorado (ala liberal).

Homenagem à José Artigas
Homenagem à José Artigas

A grande desavença entre eles, somada a falta de democracia, que impedia a participação popular, levou o país à uma guerra civil, que permaneceu entre os anos de 1839 e 1851.

Em 1904, Battle y Ordonez, do Partido Colorado assumiu a presidência.

E este, foi um momento histórico de mudanças para o país.

Bandeira do Partido Colorado
Bandeira do Partido Colorado

Inspirado em exemplos de democracias europeias, Ordonez, começou a estabelecer um modelo de democracia estável no Uruguai.

Com um complexo sistema social, focado em garantir qualidade de vida para a população.

Esse modelo foi tão bem aplicado, que mundo afora, nosso pequenino Uruguai passou a ser chamado de Suíça Americana.

Em 1966, o Uruguai passou por uma de suas piores crises econômicas, que levou a uma grande crise social.

A Copa do Mundo de 1930 só confirmou a boa fama uruguaia
A Copa do Mundo de 1930 só confirmou a boa fama uruguaia

Os problemas sociais passaram a se agravar, com exigências cada vez mais diretas, sobre as necessidades da população.

A indignação fez surgir os grupos guerrilheiros Tupamaros. Em contrapartida, o autoritarismo também ganhava força, e assim como em todo continente, a ditadura se estabelecia no Uruguai.

O período durou de 1973 até 1980, quando a democracia se reestabeleceu.

Feira Tristan Narvaja em Montevidéu
Feira Tristan Narvaja em Montevidéu

Personalidades do Uruguai

Para exemplificar essa cultura de ideias progressistas, vou citar dois uruguaios que mudaram minha maneira de ver o mundo.

Eduardo Galeano

Eduardo Galeano, autor do famoso livro “Veias Abertas da América Latina”, conta a história que poucos querem contar sobre nosso continente.

O conhecimento que tem das palavras, a simplicidade na forma de enxergar a vida, e sua paixão por compartilhar, é algo que encanta.

José Mujica

O conhecido Pepe, foi presidente entre os anos de 2010 e 2015.

Sempre ligado a política, Pepe sempre lutou, e sempre se colocou ao lado do povo.

A simplicidade com que vive, seu amor pelas pessoas e pela vida, é algo que nos dá esperança em um mundo mais solidário.

Como Chegar em Montevidéu

Como de costume, o plano foi sair direto do trabalho e ir para o aeroporto.

Seguimos a mesma estratégia das outras vezes, pegamos o metrô por R$ 3,80 até a estação Tucuruvi na linha azul, e depois um Uber até o aeroporto de Guarulhos por R$ 62.

Fim de Tarde em Montevideo
Fim de Tarde em Montevidéu

 

Curtindo um Candombe
Curtindo um Candombe

Pegamos o vôo às 21h10, desembarcando em Montevidéu às 23h.

Compramos as passagens na Gol, por R$ 607,52 cada uma. Bem em conta!

Como sair do Aeroporto

O Aeroporto de Carrasco é algo que impressiona. Com uma ótima estrutura e um aspecto todo moderno.

Para quem gosta de umas compras internacionais, o Duty Free do aeroporto se destaca por ser um dos maiores de toda a América do Sul.

Como não temos grana pra isso, não passamos por lá hahaa.

Aeroporto Carrasco (fonte: arcoweb.com.br/)
Aeroporto Carrasco (fonte: arcoweb.com.br/)

Dutty Free CarrascoDutty Free Carrasco

O aeroporto está localizado a 18km de Pocitos, e 20km da Ciudad Vieja. Os dois principais bairros para os turistas de Montevidéu.

Se você não levou nada de pesos uruguaios, não se preocupe.

Existem diversos caixas 24h do Banco Brou com opção de saque para cartões internacionais.

Ou então troque o necessário para o transporte nas casas de câmbio do aeroporto. E deixe para trocar o resto do dinheiro nas casas de câmbio da Av. 18 de Julio.

Como podem imaginar, dá um certo trampo sair do aeroporto. Seguem as opções:

Ônibus

O tempo de viagem até Pocitos, é de 45 minutos, e para a Ciudad Vieja 1h.

Para pegar os ônibus de linha, vá para a calçada logo depois da zona de desembarque, e pergunte onde tomar o ônibus “DM1 Punta Carretas”, que passa pelo bairro de Pocitos e também pela Ciudad Vieja.

Também existe a opção de ônibus de rodoviária.

Procure um guichê da empresa Cutsca, que faz o transporte até a rodoviária, de onde partem ônibus para diversos destinos.

Não verificamos o valor, mas se alguém fizer, conta pra gente quanto custa.

Las Calles de MontevideoLas Calles de Montevidéu

Táxi ou Vans

Opção mais cara, mas pra quem chega na madrugada boladona vale a pena.

Até existem ônibus de linha na madrugada, porém com menor frequência do que no horário comercial.

Para evitar a caminhada na madrugada, optamos por ir de Van.

Vans Aeroporto Carrasco (fonte: viajenaviagem.com.br)
Vans Aeroporto Carrasco (fonte: viajenaviagem.com.br)

Se você escolhe ir de táxi, o valor vai ser de R$160.

O preço é mais alto, pois não terão outros passageiros, e o táxi sai imediatamente.

Para ir de Van, custa R$50 cada um (uma diferença bem grande!).

Tivemos que esperar mais ou menos 1h até a Van encher de passageiros para sair, mas mesmo assim o valor da economia compensou.

Ciudad Vieja
Ciudad Vieja

Onde Trocar Dinheiro

R$ 1, equivale a aproximadamente U$$ 9 pesos uruguaios.

As casas de câmbio tendem a oferecer um valor próximo do que você achou na internet para cotação do dia.

Trocando Plata
Trocando Plata

Evite trocar o dinheiro no aeroporto pois as casas de câmbio que estão localizadas na Av. 18 Julio no centro, possuem uma cotação melhor.

Onde se Hospedar em Montevidéu

Possui opções para todos os gostos: hotéis de rede, hotéis de luxo, hostels, couchsurfing e por aí vai…

De todas opções, escolhemos  nos hospedar utilizando o AirBnb, pois com um preço bem em conta, você consegue alugar um apartamento inteiro.

Nos hospedamos no bairro Ciudad Vieja, na rua 25 de Mayo numero 541.

Se chama PentHouse Studio, uma leve aventura no elevador ahah, mas o apartamento é bem legal!

Curtindo o Pent House Studio
Curtindo o Pent House Studio

O bairro está localizado no centro da cidade, onde estão a maior parte das atrações turísticas.

E como o próprio nome do bairro diz, conserva boa parte da história da cidade.

Adrian foi quem nos recepcionou, e nos tratou super bem.

Fez questão de nos esperar para entregar as chaves.

Fim de Tarde no PentHouse Studio
Fim de Tarde no PentHouse Studio

Nos sentimos na maior ostentação! Um apartamento Studio inteiro pra gente!

Pagamos R$232,50 cada um pelas 3 noites, um ótimo custo benefício!

O Que Fazer em Montevidéu

Montevidéu é a capital do Uruguai, com 1,3 milhões de pessoas. É a cidade mais populosa do país.

Desde 2006 é considerada a cidade com melhor qualidade de vida na América Latina. E hoje em dia está entre as 30 melhores cidades do mundo para se aposentar.

Uma cidade e um povo, que mostram como a simplicidade na forma de viver, pode trazer uma vida mais plena e mais calma.

Vista da Avenida Rambla
Vista da Avenida Rambla

Não nos sentimos em uma capital, mas em uma pequena cidade que não aderiu à correria que acontece em outras grandes cidades, como São Paulo.

As praças e os espaços públicos, sempre se encontravam ocupados. E a grelha na frente de casa para fazer um churrasco, é mais do que normal.

União dos Latinos em Montevidéu. A cidade exala uma energia de união entre as pessoas.
União dos Latinos em Montevidéu. A cidade exala uma energia de união entre as pessoas.
Não tem hora para um churrasco
Não tem hora para um churrasco

Posso dizer que o melhor da cidade não é o que se tem pra ver, mas sim, o que se tem para sentir.

Poder andar na avenida Rambla, ao lado do Mar del Plata, sentar na escadaria com um chimarrão na mão, sentir a calmaria do tempo, e a segurança ao redor, é uma das melhores experiências para se ter em Montevidéu.

Conhecendo a Cidade e Itinerário do My Maps

Os principais atrativos estão em Ciudad Vieja, bairro que possui diversas opções de hospedagem, diversos restaurantes, e mercados, agradando todos os gostos.

Explorar a cidade é bem fácil.

Acordamos cedo e saímos para andar pela Ciudad Vieja, passando pelo cartão postal da cidade, a Plaza Independencia, e seus arredores.

E de tarde andamos pela Av. Rambla, conhecendo a praia dos uruguaios, e suas opções de lazer.

Feira Tristan Narvaja
Feira Tristan Narvaja

No segundo dia, fomos na Feira Tristan Narvaja, uma das mais clássicas feiras de antiquários da América do Sul, terminando o dia com uma janta no Mercado del Puerto.

Para ficar mais fácil de entender o que tem para fazer na cidade, criamos um mapa utilizando o Google My Maps com todos os pontos que passamos. E também pelos quais gostaríamos de ter passado.

Não deixe também de conhecer o Camdombe Uruguaio, um estilo musical de origens africanas, que nos faz lembrar do nosso Maracatu Brasileiro.

O ritmo do Camdombe, comanda as festas do Carnaval Uruguaio!

Conhecendo a Ciudad Vieja

Acordamos cedo, e saímos para conhecer o centro da cidade.

A primeira coisa que reparamos, foi que todas as praças tinham ponto de acesso ao wi-fi.

Praças com WiFi
Praças com WiFi
Las Calles de la Ciudad Vieja
Las Calles de la Ciudad Vieja

E na primeira que passamos, a Plaza Constituición, vimos que estavam montando algumas pequenas barraquinhas para vender livros antigos, cuias, e algumas antiguidades.

Trocamos dinheiro próximo a avenida 18 de Julio, depois passamos no mercado.

Compramos café com leite, alfajores, media-lunas salgadas, e também um pouco da tradicional erva mate.

Plaza de La Constituicion
Plaza de La Constituicion

Café Brasileiro

Os cafés são tradicionais pontos de encontro entre uruguaios, desde um encontro de casal, até uma visita solitária à cafeteria.

O Café Brasileiro, surgiu em 1877, e anos depois passou a ser frequentado por um jovem que marcaria toda uma geração.

O famoso escritor Eduardo Galeano, que gostava de dizer “Sou filho dos cafés de Montevidéu. Neles aprendi tudo que sei, forma minha única universidade”.

Imitando o Eduardo Galeano
Imitando o Eduardo Galeano
Eduardo Galeano, exilado na ditadura militar
Eduardo Galeano
Eduardo Galeano
Eduardo Galeano

Nossa ideia inicial era tomar o mesmo café que Galeano pedia: Café + Licor Amaretto + Creme + Doce de leite.

Mas depois de olhar o preço, decidimos ir comprar café no mercado hahaha.

Quando voltamos para a praça, as barracas já estavam montadas, e eu comprei uma cuia para acompanhar o Mate. Belo café da manhã 😀

Chegando Cafe Brasileiro
Chegando Cafe Brasileiro
Parece o Galeano né?
Parece o Galeano né?

Plaza De La Independencia

Depois do café, fomos conhecer o cartão postal da cidade.

A praça mais importante da cidade, e provavelmente a mais importante do país.

No centro da praça, está a estátua de José Artigas, o grande general que declarou independência pelo Uruguai.

Plaza da Independencia
Plaza da Independencia

Para se ter ideia da importância de Artigas, é possível visitar seu mausoléu com as cinzas do general, em uma construção abaixo de sua estátua.

Ao redor da praça se destacam dois dos principais pontos a se visitar em Montevidéu: Puerta de La Ciudadela e o cartão postal Palácio Savio.

Vista para o Palacio Savio
Vista para o Palacio Savio

Puerta de la Ciudadela

A Puerta de la Ciudadela é uma porta que restou da fortaleza que protegia Montevidéu anos atrás.

La Puerta de La Ciudadela
La Puerta de La Ciudadela

Assim como Cartagena, Montevideo também possuía uma cidade amuralhada, para se proteger de investidas vindas do mar.

Ao contrário de Cartagena, a capital do Uruguai não conservou seus muros, sendo a Puerta De La Ciudadela, o último vestígio desses tempos.

La Puerta de La Ciudadela
La Puerta de La Ciudadela

Palácio Savio

É uma das construções mais interessantes de Montevidéu.

Erguido em 1928, o prédio já foi sede do governo, e já foi considerado o edifício mais alto de toda a América do Sul.

Para nós, o que mais chamou atenção foi sua arquitetura única!

Palacio Savio
Palacio Savio

As Ruas da Ciudad Vieja

Saímos da praça, e seguimos para continuar andando pelo bairro.

As ruas grafitadas são uma marca
As ruas grafitadas são uma marca

Recomendamos andar pela Peatonal Sarandi, uma rua fechada apenas para pedestres.

Com diversas lojas de antiquário, artesanato na rua, um clima bem uruguaio.

As ruas grafitadas são uma marca
As ruas grafitadas são uma marca

Outra coisa que nos chamou bastante a atenção, foi a quantidade de grafites da cidade.

Algo que deixava tudo mais colorido e mais vivo!

Viajando na nostalgia
Viajando na nostalgia

Conhecendo a Maconha do Uruguai

Diversas vezes, ouvimos falar sobre a legalização da maconha no Uruguai, e pensávamos que tudo já estaria funcionando conforme foi divulgado. 

Na porta do Tierra Grown Shop
Na porta do Tierra Viva Grown Shop

Um exemplo são as farmácias, que de acordo com o projeto de lei, seriam os locais onde o estado iria controlar a venda/distribuição de maconha para os usuários.

E que até hoje não foram implementadas.

Uma planta, pronta para ser podada
Uma planta, pronta para ser podada

Hoje no Uruguai, você pode fumar em qualquer lugar da rua e é permitido também plantar seu próprio pé de maconha.

Diferente de Amsterdam, em Montevidéu não existem, e até agora não está previsto existir, coffee shops.

Ou seja, não existe loja para comprar a ervinha danada.

Maconha se tornou um assunto do cotidiano
Maconha se tornou um assunto do cotidiano

O que existe no Uruguai, são as Grown Shops, locais onde você pode comprar sementes para plantar. E outros estabelecimentos que cuidam e plantam a maconha para você.

Então, não chegue em Montevidéu pensando que será a festa da maconha na rua!

Mas também, se quiser fumar na rua, fique tranquilo 😀

Caminhando sentido o Mercado Del Puerto, passamos na Tierra Viva GrownShop. E pelas fotos dá pra ver que no Uruguai o tabu da maconha já foi quebrado.

Avenida Rambla

Rambla é a avenida beira-rio de Montevidéu, que se estende por mais de 20km ao longo da costa.

Dando uma olhada no Rio del Plata
Dando uma olhada no Rio del Plata

Uma caminhada pela avenida, é o melhor jeito de entender o jeito uruguaio de ser.

É só reparar na quantidade de garrafas térmicas e cuias que você se depara!

Avenida Rambla
Avenida Rambla

Começamos a caminhar por volta das 16h30 e nem vimos o tempo passar!

A avenida é cheia de vida! Com diversas coisas acontecendo ao seu redor. 

Primeiro, passamos por uma praça onde estava acontecendo uma “festinha hipster”, com algumas barraquinhas e uma mesa de som.

Festa no fim de tarde
Festa no fim de tarde

Andando mais um pouco, próximo do mar, uma outra festa, bem parecida!

Nas duas festas, o que mais chamou a atenção foi a pouca quantidade de gente, hahaha.

O Carnaval e o Camdombe Uruguaio

Continuamos caminhando com os ouvidos bem atentos. Pois um amigo da Mari nos falou que aos sábados é normal encontrar festas na rua!

E o melhor de tudo, é que as festas possuem inspiração no carnaval.

Para quem não sabe (assim como nós), o Uruguai é  palco do carnaval mais longo do mundo!

Entre os meses de janeiro e março, as festas acontecem por 40 dias!

Festa de Camdombe
Festa de Camdombe

Estávamos em outubro, e mesmo assim pudemos sentir o clima do carnaval uruguaio.

Andando pela Av. Rambla começamos a ouvir sons de tambores, algo que nos lembrava muito o som do maracatu brasileiro.

Festa de Camdombe
Festa de Camdombe

Esse som é chamado de Camdombe, e tem sua origem à partir da chegada dos escravos na América do Sul.

Melhor do que chamar de estilo musical, preferimos chamar o Camdombe de manifestação cultural.

Pois não é apenas a música, são também as roupas, as danças, e claro, o sorriso estampado no rosto.

Mais fácil acompanhar o vídeo para entender um pouco dessa festa Uruguaia.

Praias de Montevidéu

Depois de curtir a festa voltamos para Av. Rambla para aproveitar melhor as praias.

Já estava anoitecendo, e só conseguimos andar até a Playa Ramires.

Las Playas de Montevideo
Las Playas de Montevidéu

A praia não tem nada demais, tem o aspecto dessas praias com a areia bem escura que mais parecem pedras.

Pelas fotos, a maioria das praias da cidade são assim.

Independente da beleza, o que vale é passar por lá pra ver o pôr do sol com a brisa do mar, e uma calmaria difícil de encontrar em cidades grandes.

Las Playas de Montevideo
Las Playas de Montevidéu

Fica mais fácil explicar nossas impressões de Montevidéu citando uma das frases de Galeano:

Escolho Montevidéu pois é uma cidade respirável e caminhável, ou seja, ainda se pode respirar e caminhar na cidade de Montevidéu. São dois luxos difíceis no mundo de hoje, e desde que eu era novinho a professora me dizia ‘respira, Eduardinho, é importante!”

Por do Sol na Playa Ramires
Por do Sol na Playa Ramires

Economizando para comer

Uma boa opção para economizar é passar pelos mercados da cidade.

Com muita fome e pouca vontade de gastar dinheiro, antes de voltar para o apartamento, passamos em um mercadinho, perto da Puerta de La Ciudadela.

Compramos um prato de macarrão cada um, e para acompanhar um vinho em caixa 😀

Voltamos para o apartamento, comemos, e tomamos erva mate como se não houvesse amanhã. 

Se tiver curiosidade em aprender como NÃO fazer o mate ahaha, acompanha aí a Mari no vídeo.

Ver próximo dia >

Paulistano de 26 anos, que ainda mora em São Paulo, e trabalha como Analista de Sistemas. Alguém que só percebeu o tamanho do mundo quando colocou pela primeira vez a mochila nas costas, e a partir de então passou a enxergar o mundo em uma outra perspectiva. Uma perspectiva menos “de eu” e mais “de todos”. Uma pessoa que vive em uma utopia de crer que o mundo pode ser um lugar diferente.

COMENTÁRIOS

1 Comentário
  1. escrito por
    Montevidéu em 03 dias – Dia 03 – Blog Vamos pro Mundo
    fev 11, 2017 Responder

    […] < Ver dia anterior […]

Deixe uma resposta

Top