Ibitipoca / MG em 04 dias – Dias 03 e 04

Resumo do relato completo:

Dia 01: Como chegar em Ibitipoca, História de Lima Duarte, Como pegar carona para Ibitipoca, Onde se hospedar em Ibitipoca, História de Ibitipoca, Curiosidades de Ibitipoca e Onde comer em Ibitipoca.

Dia 02: Como chegar ao Parque Estadual do Ibitipoca, O que fazer no Parque Estadual do Ibitipoca, Como fazer o Roteiro das Águas no Parque Estadual do Ibitipoca e Por que a cor da água de Ibitipoca é diferente?

Dias 03 e 04: Arraial de Ibitipoca, Onde comer em Ibitipoca, Pão de canela, Onde comer em Ibitipoca e Resumo dos Gastos.

————————————————————————————————————————————————————–

Dia 03

Acordamos cedinho e resolvemos  passear pelos arredores do sítio onde estávamos hospedados.

O sítio é uma delícia, tem uma biquinha de água bem perto da casa e tem quase uma floresta ao seu redor.

Saímos por sua porteira e seguimos a estradinha que daria para outro sítio.

No caminho começamos a ouvir um barulho diferente, barulhos altos como “uuh uuh ha ha uuh uuh ha ha”, rs, e achamos que eram macacos! Fomos atrás dos sons para ver se conseguiríamos encontrá-los, mas não vimos nada.

Os cavalos resolveram "invadir" o sítio pela manhã
Os cavalos resolveram “invadir” o sítio pela manhã

Pelo barulho temos certeza de que eram macacos, haha, mas não tenho ideia de qual espécie eram!

Ficamos andando à procura de animais, mas não encontramos nada. E para não invadir propriedade alheia, resolvemos voltar.

Arraial de Ibitipoca

De volta para a casa, e sem muito o que fazer, decidimos nos arrumar e ir a pé até o arraial de Ibitipoca, para passear, ver as lojinhas, e almoçar.

Foram 40 minutos de caminhada parando pelo caminho e olhando a paisagem de Ibitipoca, que aliás, era linda!

Caminhando pelos arredores do sítio
Caminhando pelos arredores do sítio
Caminho para Conceição de Ibitipoca
Caminho para Conceição de Ibitipoca

Chegando no arraial de Ibitipoca passamos de loja em loja. O que conseguimos fazer com calma em 1h30, já que o arraial é bem pequenininho.

E ficamos selecionando quais presentinhos poderíamos levar (e não levamos nada haha).

Arraial
Conceição de Ibitipoca
Loja de artesanato no Arraial
Loja de artesanato em Conceição do Ibitipoca
Faltou pouco pra Mari comprar essa
Faltou pouco pra Mari comprar essa

Visitamos a Igreja de Nossa Senhora de Ibitipoca, que foi construída em meados de 1.700 e tem toda aquela característica meio barroca de igreja mineira.

E passamos pelo mirante em cima dos correios, onde muitas pessoas param para ver Ibitipoca um pouco de cima.

Igreja Nossa Senhora de Ibitipoca
Igreja de Nossa Senhora de Ibitipoca
Igreja Nossa Senhora de Ibitipoca
Igreja de Nossa Senhora de Ibitipoca
Igreja de Nossa Senhora de Ibitipoca
Igreja de Nossa Senhora de Ibitipoca

Lá estavam um casal e uma criança pequena. De repente a criança se debruçou no parapeito do mirante, e quando vi aquilo cerquei a criança quase como se fosse agarrá-la, rs. Nessa os pais se aproximaram.

Vista do Mirante de Arraial
Vista do Mirante de Conceição do Ibitipoca

O casal tinha lá pelos seus 50 anos, e eram de Juiz de Fora, tinham acabado de chegar em Ibitipoca e estavam ali para curtir e descansar.

Ficaram falando de coisas que já tinham feito por lá, a mulher contou de uma vez que voltou de Ibitipoca para Lima Duarte a pé, e de como era cansativo, e trocamos algumas ideias.

No final nos chamaram para aparecer no Zé do Arame (um bar que tem no arraial de Ibitipoca) à noite para tomar umas cervejas e curtir um reggae. Segundo eles lá sempre tem um reggae à noite.

Conceição do Ibitipoca
Conceição do Ibitipoca

Ibitipoca antigamente recebia muitos hippies, e hoje em dia por conta da “gourmetização” do lugar menos hippies tem ido para lá.

Mas ainda assim vemos alguns vendendo seus artesanatos. E ainda acontecem alguns reggaes por lá, haha.

Arraial é bem gostoso pra passar a tarde
Conceição de Ibitipoca

Onde comer em Ibitipoca

Com fome, paramos para almoçar no Restaurante da Cleia que tinha wi-fi.

Sim, em Ibitipoca só pega Vivo e Claro, e meu celular era Tim, então estava sedenta por um wi-fi, rs.

Rachamos um prato individual com arroz, feijão, omelete, batata-frita, salada, filé mignon com suco de abacaxi, uma coca-lata e uma original 600ml, e pagamos R$69.

Sim, achamos lá um pouco caro, além do mais, as opções em sua maioria são para 2 pessoas, e como comemos pouco, sempre dividimos um prato para 1 pessoa, então tínhamos poucas opções.

Depois de ter enchido o buxo e usado toda a internet da vida, saímos para ver o restante das lojinhas e encontramos o pessoal que estava com nós no sítio!

Aproveitamos para pegar uma carona de volta para casa e curtir o restante da tarde no sítio que tínhamos alugado em Ibitipoca.

Ibitipoca - Arraial 02

Nesse mesmo dia, à noite, pudemos ver o céu aberto de Ibitipoca completamente estrelado!

Sério, parecia o céu que havíamos visto no tour do Space Obs no Deserto do Atacama, de tão estrelado que estava, estava lindo!

Só não conseguimos ver estrelas cadentes, rs.

E assim encerramos nosso dia em Ibitipoca

————————————————————————————————————————————————————–

Dia 04

Era dia de partir!

Acordamos sem pressa, arrumamos nossas coisas, nos despedimos do pessoal da casa, e partimos para o arraial de Ibitipoca, onde almoçaríamos e pegaríamos carona para voltar para Lima Duarte.

Um céu sempre lindo pelos arredores do sítio
Um céu sempre lindo pelos arredores do sítio

Foram 40 minutos andando tranquilamente, observando a paisagem, e se despedindo de cada detalhe, até que paramos em um sítio com uma pequena lojinha na entrada que vendia Pão de Canela.

Um pão que faz parte da culinária de Ibitipoca e que não vende em muitos lugares. E outros pãezinhos muito gostosos!

Ibitipoca - Arredores 09
Uma linda araucária no caminho para Arraial

Pão de canela

Compramos pão de canela, pão de cebola, pão de queijo com goiabada, goiabinha, biscoito de nata, tudo que a culinária mineira poderia nos oferecer de gostoso, haha.

Não deixe de experimentar o delicioso PÃO DE CANELA
Não deixe de experimentar o delicioso PÃO DE CANELA

Dali passeamos novamente pelo arraial de Ibitipoca para comprar algumas coisas.

Compramos umas bugigangas e duas cachaças, uma de banana e uma de açaí. Lá tem de tudo que é sabor, até de Danone!

Arraial
Conceição do Ibitipoca

Onde comer em Ibitipoca

Com muita fome, e saudades da internet, haha, paramos dessa vez para comer no Restaurante Ibitilua, que se não me engano junto com o Restaurante da Cléia (que fomos comer no dia anterior) são os únicos que tem wi-fi.

Lá os preços e as opções de prato individual eram melhores.

WI-FI, por que não né?
WI-FI, por que não né?

Depois de almoçar, Doug pediu um cafézinho:

– Vocês tem um cafézinho?
– A gente não tem, mas pode fazer.
– Ah, eu quero então.

E de repente chegou uma garrafa de café inteira, com uma xícara para tomar café haha.

Me parece que os mineiros não estão acostumados com o expresso depois do almoço igual nós paulistas haha.

CAFÉÉÉÉÉ!!
CAFÉÉÉÉÉ!!

Com o bucho cheio, partimos para o início do arraial de Ibitipoca para pedir carona para Lima Duarte. E bem na hora que chegamos passou um casal do Rio de Janeiro.

Eles eram bastantes gente boas, e nossa conversa se resumiu à viagens. Trocamos muitas dicas e histórias.

Depois de mais ou menos 1 hora, eles nos deixaram em Lima Duarte, e lá ficamos esperando na casa de minha avó até o horário do ônibus para Juiz de Fora, que era às 19h.

Dessa vez a companhia que pegamos era a Bassamar, e ela nos deixou atrás da rodoviária de Juiz de Fora.

Os ônibus de Lima Duarte para Juiz de Fora não param na rodoviária, e sim na Praça da Estação, uma praça que fica no centro da cidade (e que não fica perto da rodoviária).

Então antes de embarcar peça para o motorista do ônibus parar e te avisar quando passar pela rodoviária.

Um clima bem bão em Lima Duarte
Lima Duarte
Vista da GIGANTESCA Lima Duarte
Vista da GIGANTESCA Lima Duarte

Na rodoviária de Juiz de Fora, esperamos pelo ônibus da Cometa para voltar para São Paulo, e assim nos despedimos de Minas Gerais. Ô trem bão sô!

————————————————————————————————————————————————————–

Resumos dos gastos:

Onde se hospedar em Ibitipoca

Sítio Casa do Sol: R$62,50 por pessoa

Como chegar em Ibitipoca

Ônibus São Paulo > Juiz de Fora (Convencional): R$101 por pessoa

Ônibus Juiz de Fora > Lima Duarte: R$ 19,55

Carona Lima Duarte > Ibitipoca: R$0

Custos Individuais (3 noites /4 dias):

Ônibus: R$241,10

Hospedagem: R$250

Comida: não registado

Passeio: R$20

Ibitipoca - Nois

Dia Anterior

Autor do Post
Mari Sanefuji
Joseense de 24 anos, que há 6 anos decidiu se mudar para São Paulo para trabalhar no ramo da Publicidade como Gestora de Mídias Sociais. Posso me descrever como uma mente inquieta sempre em reflexão sobre o mundo, e sobre a mim mesma.

COMENTÁRIOS

1 Comentário
  1. escrito por
    Ibitipoca / MG em 04 Dias – Dia 02 no Parque Estadual
    abr 14, 2017 Responder

    […] Dias 03 e 04: Arraial de Ibitipoca, Onde comer em Ibitipoca, Pão de canela, Onde comer em Ibitipoca e Resumo dos Gastos. […]

Deixe uma resposta

Top