Chile precisa de passaporte?

Para ir ao Chile precisa de passaporte? A resposta para essa pergunta é mais simples do que você imagina. Veja detalhes no post.

Chile precisa de passaporte?

Se você fizer parte de algum país do Mercosul, a resposta é NÃO! 

Se você é de nacionalidade brasileira, você não precisa de passaporte para entrar no Chile, basta estar portando o RG.

Chile precisa de passaporte
Santiago de Chile

Essa regra é válida também para pessoas que nasceram na ArgentinaBolíviaChileColômbiaEquador, Paraguai, Peru, Uruguai e Venezuela.

 

E você também pode cruzar fronteiras aéreas, marítimas e terrestres de todos estes países listados acima apenas com o seu RG, sem a necessidade de estar portando um passaporte.

Mas algumas regras devem ser respeitadas:

  1. Ao contrário do que acontece aqui no Brasil, eles não aceitam a CNH (Carteira de Motorista). Se você não tiver a intenção de dirigir, nem compensa levar o documento.
  2. O RG deve estar em bom estado
  3. Sua foto no RG deve ser reconhecível, ou seja, não pode ser foto de criança
  4. O RG tem que ter sido emitido há no máximo 10 anos

 

Se você precisar fazer conexão em algum país que não seja nenhum destes que listamos, infelizmente seu passaporte será necessário e viajar só com o RG não será possível.

E fica aqui uma dica. Se tiver tempo de requisitar um passaporte, faça!

Portar dois documentos durante uma viagem (RG e Passaporte) pode ser uma forma de precaução, já que se acontecer de você perder um dos dois, você conseguirá voltar para o Brasil de qualquer forma.

Já se você estiver portando apenas um documento, o processo com a embaixada será um pouco trabalhoso.

Além disso, com o passaporte você pode colecionar carimbos e expandir a quantidade de destinos que você poderá viajar 🙂

De qualquer forma, é interessante ter o passaporte pronto. Quem sabe um dia você arrisca ir um pouquinho mais longe? 🙂

E se quiser mais dicas sobre o Chile, veja nossos roteiros para este lindo país.

Autor do Post
Mari Sanefuji
Joseense de 24 anos, que há 6 anos decidiu se mudar para São Paulo para trabalhar no ramo da Publicidade como Gestora de Mídias Sociais. Posso me descrever como uma mente inquieta sempre em reflexão sobre o mundo, e sobre a mim mesma.

Quer deixar um comentário?

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *