Arraial do Cabo em 03 dias – Dia 01

Resumo do relato completo:

Dia 01: História de Arraial do Cabo, Como chegar em Arraial do Cabo, Onde se hospedar em Arraial do Cabo, Como chegar na Praia do Forno, Como chegar em As Prainhas

Dia 02Resistindo a um temporal no camping, A Prainha de Arraial do Cabo e Jantar Mochileiro no camping

Dia 03Como fazer passeio de barco em Arraial do Cabo, Praia do Farol, A Fenda e As Prainhas e Resumo dos Gastos

————————————————————————————————————————————————————–

Era feriado em São Paulo e Rio de Janeiro, e achamos ser boa ideia ir a Região dos Lagos conhecer o caribe brasileiro. Assim como é chamada Arraial do Cabo.

Nos juntamos com Marcelo, irmão do Doug, e sua namorada Maria para acampar por lá.

História de Arraial do Cabo

A cidade de Arraial do Cabo anteriormente habitada por Tamoios que viviam no alto dos morros e desciam para o litoral para buscar peixes e crustáceos para sua alimentação, foi colonizada em 1503 por Américo Vespúcio.

E como o próprio nome indica, Arraial do Cabo é um pedaço de terra grande adentrando ao mar, que tem uma beleza única conhecida por suas dunas de areia branca, vegetação de restinga, lagoas e praias de água cristalina.

As Prainhas - Arraial do Cabo
As Prainhas

Essa beleza foi sendo construída aos poucos há cerca de um milhão de anos, quando os ventos, as correntes marítimas e as marés começaram a depositar sedimentos entre três antigas ilhas incorporando-as ao continente. Formando o que é atualmente Arraial do Cabo.

Estas três ilhas hoje são conhecidas por Morro do Mirante, do Forno e Pontal do Atalaia, principais pontos turísticos da cidade.

Como chegar em Arraial do Cabo

Pegamos ônibus em São Paulo para Cabo Frio à noite pela companhia 1001.

Pagamos R$110 cada em um ônibus bem desconfortável para uma viagem de 11 hrs, que não tem muita inclinação na poltrona e também não tem encosto para os pés.

Mas nada que um dia de trabalho não te faça dormir.

Chegamos de manhãzinha em Cabo Frio, e seguimos para o ponto de ônibus da praça que fica ao lado da rodoviária de Cabo Frio para pegar um ônibus circular de R$4,95 por pessoa para Arraial do Cabo.

Se perguntar a alguém na rodoviária sobre onde e qual ônibus pegar, qualquer um saberá lhe informar. Infelizmente esquecemos de anotar essa informação.

Em 15 minutos estávamos em Arraial do Cabo, descendo na Praia dos Anjos.

A Praia dos Anjos é uma das principais praias de Arraial, pois é por lá que ocorre a movimentação de todos os barcos da cidade.

Praia dos Anjos
Praia dos Anjos

Onde se hospedar em Arraial do Cabo

Arraial do Cabo tem só 2 campings, escolhemos ficar no Camping Clube que fica na Praia dos Anjos. Pagamos R$45 por pessoa.

O camping tem banheiro com água quente, mas não tem tomada, não tem cozinha, não tem mais nada.

Antigamente parecia fazer parte de uma rede de campings bastante famosa, mas parece que com o tempo ele foi perdendo investimento e ficou meio para trás.

Dali fomos para a Praia dos Anjos e decidimos parar entre um das dezenas de quiosques existentes na praia para almoçar.

Em alguns quiosques os preços eram bastantes altos, mas em outros conseguíamos achar algo com um preço um pouco melhor.

Como chegar na Praia do Forno

No final da Praia dos Anjos em direção ao forte, este que foi construído por Américo Vespúcio e que hoje são apenas ruínas, você chega ao início da trilha para a Praia do Forno.

A Praia do Forno é uma das praias mais famosas de Arraial do Cabo, e você consegue chegar à ela de barco, ou por trilha.

A trilha para a Praia do Forno é um pouco íngreme, mas leva no máximo 15 minutos e é bastante tranquila.

Praia do Forno
Lagarto na trilha para a Praia do Forno

A Praia do Forno é linda, a água tem um tom azul sem igual, mas dependendo do horário que for visitá-la, pegará a praia super cheia!

Andamos até o final, mas decidimos não passar muito tempo por lá. Faltava sossego.

Praia do Forno
Praia do Forno

Como chegar em As Prainhas

Conversando com os locais descobrimos que Arraial do Cabo também tem As Prainhas, com entrada no Portal do Atalaia.

O problema é que para chegar lá é necessário carro, barco, ou fazer uma trilha de asfalto e subida de mais ou menos 50 minutos.

E como já estava tarde, decidimos fechar um táxi ida e volta, marcando para ele nos buscar às 20h. Ficou R$80 no total, para todos.

A praia é linda, mais bonita que a Praia do Forno. É mais vazia, tranquila, a areia branquinha e a água azul.

Conseguimos ver naquela tarde corujas, gaviões e muitos outros pássaros enquanto observávamos o mar sentados na areia.

As Prainhas
As Prainhas
As Prainhas
As Prainhas

Subimos a escadaria que dá acesso a praia e assistimos ao pôr do sol de cima, no Pontal do Atalaia. E ficamos esperando no escuro sozinhos pelo táxi chegar.

Lá não pega sinal, não tem luz de poste, e antes de escurecer todo mundo já foi embora. Por sorte o taxista não nos largou na mão! rs.

Pontal do Atalaia
Pontal do Atalaia

Próximo Dia

Autor do Post
Mari Sanefuji
Joseense de 24 anos, que há 6 anos decidiu se mudar para São Paulo para trabalhar no ramo da Publicidade como Gestora de Mídias Sociais. Posso me descrever como uma mente inquieta sempre em reflexão sobre o mundo, e sobre a mim mesma.

Deixe uma resposta

Top